Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Beja/aeroporto: Empresa gestora tem passivo de mais de 1ME porque Estado "empata" extinção

Lusa

  • 333

Beja, 20 ago (Lusa) -- O presidente da assembleia-geral da Empresa de Desenvolvimento do Aeroporto de Beja (EDAB) revelou hoje que o passivo da instituição já ultrapassa um milhão de euros e acusou o Estado de "empatar" a extinção da empresa.

"Isto é completamente absurdo. O adiar da extinção só traz prejuízos porque a empresa não está a funcionar, mas está a ter despesas e, quanto mais cedo se extinguir, mais cedo se deixa de ter estas despesas fixas", afirmou.

Pulido Valente, também presidente do Município de Beja (PS), falava hoje à Agência Lusa a propósito da última reunião da assembleia-geral da EDAB, realizada na sexta-feira, em que a extinção voltou a não ser concretizada.