Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

BE quer taxa sobre banca direcionada para fundo de gestão de dívida pública

Lusa

  • 333

Lisboa, 03 nov (Lusa) - O Bloco de Esquerda (BE) apresentou hoje um plano fiscal para a recuperação da economia, incorporando nesse documento a criação de uma taxa sobre a banca direcionada para um fundo de gestão da dívida pública.

A criação de uma taxa de 0,2% sobre o ativo das instituições de crédito (exceto 'tier' 1 - medida para avaliar a solvabilidade de um banco), e cuja receita, estimada em mil milhões de euros, seja "direcionada diretamente para um fundo de gestão da dívida pública", é uma das propostas do partido para o setor fiscal português.

As medidas foram apresentadas em conferência de imprensa na sede do Bloco, em Lisboa, pela coordenadora do partido, Catarina Martins, que acusou o Governo de, com a sua política de austeridade, "deitar ao lixo" um total de 22 mil milhões de euros "da capacidade produtiva do país".