Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

BCP concede uma semana aos trabalhadores para refletirem sobre saída do banco

Lusa

  • 333

Lisboa, 10 nov (Lusa) -- O BCP está a conceder uma semana de reflexão aos trabalhadores que são contactados para rescindir contrato, segundo o principal sindicato dos bancários, que se reuniu com a administração do banco que quer cortar 600 funcionários da sua estrutura.

Segundo disse à Lusa um dirigente do Sindicato dos Bancários do Sul e Ilhas (SBSI), o banco abriu na passada segunda-feira um processo de rescisões voluntárias, a que se podem candidatar todos os trabalhadores da instituição. Ao mesmo tempo, enviou propostas direcionadas a vários funcionários selecionados com as condições de saída.

Os colaboradores visados por esta iniciativa são contactados por e-mail no sentido de participarem numa reunião presencial com altos responsáveis do banco que lhes apresentam, em viva voz, as condições que o banco oferece, nomeadamente 1,7 vencimentos da retribuição mensal efetiva por cada ano de trabalho (inclui salário base, subsídios de férias e de Natal, isenção de horário, entre outros complementos).