Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Barco português com 20 tripulantes estrangeiros apresado na Libéria há quase oito meses

Lusa

  • 333

Viana do Castelo, 16 nov (Lusa) - Um barco de pesca de bandeira portuguesa, operado por um armador espanhol, está apresado no porto de Monróvia, capital da Libéria, desde 28 de fevereiro com 20 tripulantes estrangeiros a bordo.

A situação foi confirmada hoje à agência Lusa pelo armador do navio, um dos vinte homens que não podem sair da Libéria porque as autoridades locais confiscaram os passaportes da tripulação, sob a acusação de pescarem com uma licença falsificada.

"Paguei cerca de 40.000 dólares pela licença privada ao agente na Libéria, que agora está desaparecido. Nunca falsifiquei nada e até andei a pescar com os aparelhos de sinalização sempre ligados, porque paguei para estar legal", explicou o galego Manuel Suárez.