Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Bárcenas: Rajoy admite ter errado ao confiar no tesoureiro do PP

Lusa

  • 333

Madrid, 01 ago (Lusa) - O chefe do Governo espanhol, Mariano Rajoy, reconheceu hoje no parlamento que cometeu um erro quando confiou no ex-tesoureiro do Partido Popular (PP) Luis Bárcenas, figura central de um escândalo financeiro no país.

"Cometi um erro ao manter a confiança em alguém que nós sabíamos que não a merecia", afirmou Rajoy, referindo-se a Luis Bárcenas, que confessou a existência de financiamentos ilegais e uma lista de distribuição de verbas não tributadas a figuras de topo do partido no poder em Espanha.

O primeiro-ministro garantiu que estava no parlamento para "travar a erosão da imagem de Espanha que alguns cultivam" e desmentir "manipulações e insinuações maliciosas"