Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Banqueiros receiam que Estado não cumpra acordo para compra de créditos

Lusa

  • 333

Lisboa, 15 nov (Lusa) -- Os responsáveis do setor financeiro têm cada vez mais dúvidas de que o Estado avance com a compra de créditos ao setor público, tal como combinado aquando da transferência dos fundos de pensões, no final do ano passado.

As compras deviam ter sido concretizadas até julho, mas as dúvidas de que a operação poderia configurar uma ajuda estatal está a adiar a sua concretização e na banca cresce o receio de que o processo nunca chegue, de facto, a avançar.

Em declarações à Lusa, fonte oficial da Direção-Geral da Concorrência da Comissão Europeia já havia dito que havia discussões para encontrar uma forma de esta compra se efetivar sem que Bruxelas considerasse um apoio direto do Estado aos bancos. Agora, a mesma fonte adiantou que as orientações já foram dadas e que está nas mãos de Portugal tomar uma decisão.