Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Bancos portugueses devem apostar nas PME e no crédito à habitação - Horta Osório

Lusa

  • 333

Lisboa, 12 abr (Lusa) - O presidente do Lloyds Banking Group, António Horta Osório, disse hoje que o foco da banca portuguesa, que considera estar "sólida", deve estar apontado ao financiamento das Pequenas e Médias Empresas (PME) e ao crédito à habitação.

"Acho que a banca portuguesa é sólida. Os bancos portugueses não foram os responsáveis pela crise. Os bancos portugueses foram afetados pela crise do país, porque é difícil ter um setor bancário forte sem uma economia forte", afirmou o gestor à agência Lusa, à margem de um evento em Lisboa.

"Os bancos portugueses têm neste momento rácios de capitais bastante acima do mínimo requerido, devido às exigências impostas pelo Banco de Portugal, que são medidas, na minha opinião, bastante adequadas", frisou Horta Osório. Face a isto, segundo o responsável, os bancos portugueses "podem e devem passar a ter um maior foco nos empréstimos às PME e também no crédito à habitação".