Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Bancos criticam novas regras de Bruxelas que limitam comissões interbancárias

Lusa

  • 333

Lisboa, 24 jul (Lusa) - A Associação Portuguesa de Bancos (APB) criticou hoje as novas regras que a Comissão Europeia quer introduzir nos sistemas de pagamento, alegando que os consumidores serão "os grandes perdedores" e a grande distribuição o principal beneficiário.

A Comissão Europeia (CE) apresentou hoje um pacote legislativo que limita as comissões interbancárias no uso de cartões de débito em 0,2% e de crédito em 0,3% e facilita os serviços de pagamento de baixo custo pela Internet.

A medida foi bem acolhida pela Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED), que considerou que a proposta vai "corrigir uma situação muito prejudicial a todas as empresas portuguesas que usam cartões bancários como meio de pagamento", mas não encontrou a mesma recetividade por parte da APB.