Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Bancos alimentares não receberam frutas e legumes nos primeiros meses do ano

Lusa

  • 333

Lisboa, 30 mai (Lusa) -- Os Bancos Alimentares Contra a Fome deixaram de receber doações de frutas e legumes dos agricultores nos primeiros quatro meses do ano, uma situação que está a preocupar a presidente da instituição.

Isabel Jonet disse hoje à agência Lusa que existe um programa comunitário que incentiva os agricultores a doarem os seus excedentes de produção de hortofrutícolas às instituições de solidariedade, nomeadamente aos bancos alimentares.

Contudo, nos primeiros meses do ano "não houve qualquer fruta e legumes retirados porque, provavelmente, o ano agrícola foi menos bom ou porque alguma coisa funcionou menos bem no gabinete de planeamento do Ministério da Agricultura e os produtores não tiveram o incentivo para doar em vez de destruir", explicou.