Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Banco de Portugal "não vai perder nem vai ganhar" poderes de supervisão com união bancária -- governador

Lusa

  • 333

Lisboa, 13 dez (Lusa) - O Banco de Portugal (BdP) "não vai perder nem vai ganhar" poderes de supervisão com a união bancária europeia, disse hoje o governador da instituição, Carlos Costa.

"Queria corrigir um título de jornal a dizer que o BdP ia perder supervisão sobre seis bancos [portugueses] - o BdP não vai perder nem ganhar, vai participar numna estrutura integrada a nível europeu de supervisão, onde condicionamos o que nos condicionava e passamos a ser condicionados onde não o éramos", disse Carlos Costa numa cerimónia de apresentação de uma conferência sobre a organização e gestão do setor público.

"Quando se partilha, um dá e um recebe. Aceitamos partilhar a supervisão, mas beneficiamos da participação num processo de supervisão único no plano europeu", acrescentou o governador. "Para o sistema bancário, a união bancária é uma boa notícia. Para as empresas, é uma boa notícia. Para a Europa, é uma boa notícia."