Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Banco de Portugal decide suspender subsídio de férias aos funcionários

Lusa

  • 333

Lisboa, 04 jan (Lusa) -- O Banco de Portugal vai suspender este ano o subsídio de férias dos seus trabalhadores, de acordo com informação hoje enviada pelo governador, Carlos Costa, aos funcionários, confirmou à Lusa fonte das estruturas representativas dos trabalhadores.

Os funcionários públicos terão este ano cortes progressivos no subsídio de férias para salários entre os 600 e os 1100 euros, limiar a partir do qual o subsídio é suspenso na totalidade. O ano passado, os cortes foram aplicados aos dois subsídios para todos os funcionários públicos, mas os trabalhadores no ativo do Banco de Portugal não foram atingidos.

A possibilidade de o banco central suspender os subsídios de férias dos seus trabalhadores foi incluída no Orçamento do Estado para 2013, através de uma norma específica.