Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Banco da China corta relações com banco da Coreia do Norte

Lusa

  • 333

Pequim, 08 mai (Lusa) -- O Banco da China, uma das quatro maiores entidades financeiras estatais da República Popular, colocou um fim na sua relação com o norte-coreano Banco de Comércio Estrangeiro cancelando também a conta que este mantinha na instituição, revelou um porta-voz do banco chinês.

O banco norte-coreano, que as entidades norte-americanas acusam de contribuir para o financiamento do programa nuclear de Pyongyang, recebeu a notificação de que a conta no Banco da china tinha sido cancelada e que seriam suspensas todas as transações relacionadas, acrescentou o pota-voz.

O banco chinês não especificou as razões da suspensão das relações comerciais apesar de acontecer numa altura em que Pequim, o principal aliado do regime da Coreia do Norte, adota uma posição mais dura para com o seu vizinho e o seu programa nuclear.