Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Banco da CEDEAO reunido em Bissau fala de sucesso apesar da crise

Lusa

  • 333

Bissau, 04 jul (Lusa) - A crise mundial afetou o crescimento das economias emergentes, mas, mesmo assim, o banco dos Estados da África Ocidental aprovou, no ano passado, 18 projetos e teve um aumento do património líquido de 14,5 por cento.

Os dados foram hoje divulgados, em Bissau, pelo presidente do Banco de Investimento e de Desenvolvimento (BIDC) da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), Bashir Ifo.

O responsável participa, na capital da Guiné-Bissau, na 11.ª reunião ordinária do Conselho de Governadores do BIDC, que hoje decorre em Bissau e na qual deve ser escolhido um novo presidente do Conselho de Governadores para substituir o atual presidente, Kerfalla Yansané, ministro das Finanças da Guiné-Conacri.