Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Banco central da Alemanha avisa italianos que parar reformas terá consequências

Lusa

  • 333

Berlim, 16 mar (Lusa) -- O governador do Banco Central da Alemanha, Jens Weidmann, deixou hoje um aviso aos políticos e ao eleitorado italiano, dizendo que abandonar o caminho das reformas começado por Mario Monti terá as suas consequências na vida do povo italiano.

"Os cidadãos e o governo decidem sobre o rumo da política nacional e têm que assumir as consequências" dessa decisão, afirmou Jens Weidmann numa entrevista à revista Focus, que será publicada durante a próxima semana, citado pela agência noticiosa espanhola EFE.

O responsável considerou ainda que por "os políticos quererem por um fim às reformas ou inclusivamente uma saída de Itália do euro, os juros sobre a dívida italiana sobem", mas que isso não justifica uma intervenção do Banco Central Europeu.