Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Banca: Qualquer programa de ajustamento é "doloroso" - Governador do BdP

Lusa

  • 333

Lisboa, 29 jun (Lusa) - O governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, disse hoje no parlamento que qualquer programa de ajustamento é necessariamente "doloroso" e que o português só poderia ser prolongado se os credores estivessem disponíveis para aumentarem o financiamento.

"Não há nenhum programa de ajustamento económico e financeiro que não seja doloroso. Por definição um ajustamento é doloroso, nem que seja num metro ou num autocarro", disse hoje o governador do Banco de Portugal, perante os deputados da Comissão de Orçamento e Finanças.

Sobre o alargamento do prazo do programa, o governador, que disse não querer "ser injusto para quem fez a negociação", afirmou que mais tempo "significava mais 'stock' de endividamento" e também "disponibilidade dos financiadores para metas mais extensas".