Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Banca: "O Estado não tem que ter um banco" - Nuno Amado

Lusa

  • 333

Lisboa, 02 out (Lusa) - O presidente do Millennium BCP, Nuno Amado, disse hoje que o Estado "não tem que ter um banco", mas sim um papel fundamental na regulação, supervisão e promoção da concorrência.

"O Estado não tem que ter um banco", declarou Nuno Amado aos jornalistas, quando questionado sobre a privatização da Caixa Geral de Depósitos (CGD) à margem da "Grande Conferência 'Lançar, Fazer, Investir'" do Dinheiro Vivo/Millennium BCP.

Nuno Amado destacou "o papel fundamental na regulação, na supervisão e no fomento da concorrência" como as funções "objetivas e principais que o Estado deve ter nas áreas produtivas e financeiras".