Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Banca: Crédito malparado em máximos históricos nas empresas e em queda nas famílias

Lusa

  • 333

Lisboa, 06 ago (Lusa) -- O crédito malparado aumentou em junho 109 milhões de euros para 14.373 milhões, 5,5 por cento do total de crédito concedido, atingindo um novo máximo histórico nas empresas, que representam a maior fatia do malparado, e diminuindo nas famílias.

De acordo com os dados hoje divulgados pelo Banco de Portugal, o crédito de cobrança duvidosa nas empresas fixou-se em 9.539 milhões de euros em junho, mais 113 milhões (1,2 por cento) do que em maio, atingindo um novo recorde desde que o supervisor bancário disponibiliza estes dados (1997).

O crédito malparado das empresas representou, em junho, 8,5 por cento do 'stock' de crédito concedido às empresas no mesmo mês (111.633 milhões de euros, menos 1,61 por cento ou 1.828 milhões de euros do que em maio).