Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Banca: "As lições do BPP foram tão boas que me afastaram do BPN" - Duarte d'Orey

Lusa

  • 333

Lisboa, 20 jun (Lusa) - A Orey centrou a sua atividade na área financeira, especializando-se, no Brasil, na recuperação de empresas falidas, porém, mesmo não afastando futuros investimentos em Portugal, o presidente Duarte d'Orey diz que não lhe interessam negócios com carga política.

"Quando olho para trás, fico contente com o que aprendi. As lições do BPP [Banco Privado Português] foram tão boas que me levaram a não ir ao BPN [Banco Português de Negócios]", revelou o gestor, que há três anos tentou comprar, sem êxito, o banco fundado por João Rendeiro.

Apontando para a "carga política" associada ao processo de insolvência do BPP, Duarte D'Orey disse, num encontro com jornalistas em Lisboa, que quando um negócio "tem muita toxicidade política" a empresa que lidera prefere não entrar nele.