Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Banca: A "imoralidade" dos banqueiros deve ser julgada em tribunal - investigador

Lusa

  • 333

Lisboa, 02 jun (Lusa) -- O autor do livro "O Banco -- Como o Goldman Sachs dirige o mundo" Marc Roche disse à Lusa que as causas da crise deviam ser julgadas em tribunal porque a opinião pública está revoltada com as "imoralidades" cometidas pelas instituições financeiras.

"A opinião pública sente-se enganada e pressionada pela austeridade imposta, em parte, para pagar os erros da banca e ainda nenhum banqueiro pagou pelos erros. Quando ponho a questão aos banqueiros eles respondem que a imoralidade e a falta de ética não são crime. Por isso, às vezes, calcam o risco amarelo da imoralidade mas não ultrapassam a linha vermelha da legalidade. Temos de começar a pensar em julgar a imoralidade", disse à Lusa Marc Roche, correspondente financeiro do jornal francês Le Monde na City, em Londres e autor do livro "O Banco -- Como o Goldman Sachs dirige o mundo" publicado esta semana em Portugal.

Para Marc Roche, a imoralidade e a falta de ética dos bancos, além das alegadas ilegalidades deviam ser investigadas e julgadas em tribunal, o que ainda não aconteceu.