Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ban Ki-moon alertou para "consequências graves" de uso de armas químicas na Síria

Lusa

  • 333

Seul, 23 ago (Lusa) - O uso de armas químicas na Síria, se comprovado, constituiria "um crime contra a humanidade" que teria "consequências graves", declarou hoje o secretário-geral Ban Ki-moon em Seul, onde se encontra de visita.

"Qualquer uso de armas químicas, em qualquer lugar, por qualquer pessoa, e independentemente das circunstâncias, viola o direito internacional. Tal crime contra a humanidade deveria ter consequências graves para aqueles que o cometeram", declarou.

Segundo a Coligação Nacional Síria, um ataque com armas químicas na quarta-feira matou 1.300 pessoas, mas o regime de Bashar al-Assad nega as acusações.