Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Baixo Vouga: Água salgada invade os campos e autarcas esperam por decisão política para concluir o dique

Lusa

  • 333

Aveiro, 13 jun (Lusa) -- Mais de 12 mil hectares de terrenos agrícolas aguardam a decisão política do Governo de concluir o dique do Baixo Vouga, para os proteger da invasão da água salgada.

A Assembleia da República aprovou por unanimidade, em janeiro, duas resoluções - uma do PSD e outra do CDS-PP -, no sentido de serem reafetadas verbas comunitárias para acabar o dique, apenas construído em quatro quilómetros, pelo que a água salgada continua a invadir os campos, tornando-os improdutivos.

Prestes a expirar a Declaração de Impacte Ambiental, emitida em 2002 e que caduca em 2013, os autarcas do Baixo Vouga estão preocupados com a situação e vão pedir uma audiência à ministra da Agricultura, Assunção Cristas, e agendaram a discussão do assunto para a próxima reunião da Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro (CIRA).