Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Baixo Mondego: Autarca admite "ligeiro deslizamento" no prazo da obra de ciclovia

Lusa

  • 333

Figueira da Foz, 08 jun (Lusa) - O presidente da Comunidade Intermunicipal do Baixo Mondego (CIM-BM), Jorge Bento, assumiu hoje um "ligeiro deslizamento" nos prazos da obra da ciclovia entre Coimbra e Figueira da Foz, também condicionada ao desbloqueamento de verbas por parte do Governo.

Em declarações à agência Lusa, Jorge Bento, que preside também à autarquia de Condeixa-a-Nova, disse esperar que a CIM-BM possa lançar o projeto a concurso público internacional "em final de julho", um atraso de cerca de quatro meses em relação à data anteriormente anunciada, que apontava para o final do primeiro trimestre de 2012.

O atraso decorre de "alguns problemas" relativos ao traçado, nomeadamente na chegada à Figueira da Foz e à saída de Coimbra, na Mata do Choupal, que foram alvo de reuniões entre técnicos da CIM-BM e responsáveis da administração portuária e do Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade, já depois de garantido, no final de 2011, um "parecer positivo" do Instituto da Água (INAG), adiantou.