Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Bairro São João de Deus voltou a agitar Assembleia Municipal do Porto

Lusa

  • 333

Porto, 20 nov (Lusa) - O Bairro João de Deus, demolido em 2008, voltou a agitar a Assembleia Municipal do Porto, esta noite, a respeito da proposta de venda, por 1,1 milhão de euros, de um terreno vizinho doado à câmara por uma instituição social.

A proposta chegou à assembleia na segunda-feira e foi muito criticada pelo PS, CDU e Bloco de Esquerda (BE), que alegaram tratar-se da venda de um bem que o Centro Claretiano de Apoio à Infância, Juventude e Família entregou à Câmara Municipal, para a construção de habitação social destinada a antigos moradores naquele bairro.

As primeiras críticas partiram do deputado socialista Rodrigo Oliveira, que aproveitou para dizer que, no São João de Deus, "a Câmara deitou abaixou casas que tinham sete anos" e estavam em boas condições.