Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Bafodé acusa Aris Limassol de incumprimento salarial

Lusa

  • 333

Lisboa, 03 jun, (Lusa) -- O médio guineense Bafodé, que atuou na época transata no Aris Limassol, revelou hoje que o clube da II divisão cipriota de futebol tem cinco meses de salários em atraso.

Bafodé assinou com o clube cipriota em 2011/2012 por um ano com mais um de opção, mas no final de esta época o clube não exerceu o direito de opção.

"De um modo geral, a minha experiência no Chipre foi negativa. Em termos desportivos lesionei-me logo à segunda jornada e perdi dez jogos e em termos financeiros também foi má já que estão a dever-me salários relativos a cinco meses", adiantou o médio de 29 anos que já passou pelo Louletano, Oliveirense e Estoril, em declarações ao sítio oficial do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF).