Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Avião de Evo Morales partiu de Viena após escala forçada de 13 horas

Lusa

  • 333

Viena, 03 jul (Lusa) -- O avião oficial do presidente da Bolívia, Evo Morales, partiu hoje do aeroporto de Viena, depois de uma escala forçada de mais de 13 horas por suspeitas de levar a bordo o ex-consultor da CIA Edward Snowden.

Morales e a sua comitiva partiram cerca das 09:45 TMG (10:45 em Lisboa) com destino às ilhas Canárias, para uma escala técnica a caminho de La Paz.

A escala forçada em Viena criou um incidente diplomático com Portugal, Espanha, França e Itália, que, na terça-feira, segundo o Governo boliviano, não autorizaram o avião de Morales a sobrevoar os respetivos espaços aéreos por suspeitas de que levaria Snowden a bordo.