Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Autoridades da Guiné Equatorial reprimem manifestação antes das eleições

Lusa

  • 333

Malabo, 15 mai (Lusa) - As autoridades da Guiné Equatorial reprimiram na terça-feira uma manifestação contra o regime do presidente Teodoro Obiang, na capital Malabo, quando falta pouco mais de uma semana para as eleições legislativas, afirmou hoje um responsável da oposição.

Durante o protesto, as autoridades do país que aspira tornar-se membro de pleno direito da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) terão ainda detido o secretário-geral do segundo maior partido da oposição, a União Popular (UP), Jeronimo Ndong Mesi.

A informação foi confirmada à agência francesa AFP pelo presidente do mesmo partido, Daniel Ayecaba Dario Martinez, um dos organizadores do protesto que, na noite de terça-feira, juntou cerca de 200 pessoas numa praça central de Malabo.