Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Autoridade europeia considera insuficiente estudo que liga milho transgénico a cancro

Lusa

  • 333

Bruxelas, 04 out (Lusa) -- A autoridade europeia de segurança alimentar considerou hoje insuficiente um estudo francês que estabelece uma ligação entre o milho geneticamente modificado e o cancro e pediu informações adicionais antes da última apreciação, no final deste mês.

Segundo a EFSA (European Food Security Authority), a primeira avaliação demonstrou que "o plano, a informação e a análise do estudo são insuficientes", pelo que não pode "considerar as conclusões dos autores cientificamente válidas".

A autoridade pediu ao autor do estudo, o cientista francês Gilles-Eric Seralini, que preste informações adicionais a tempo de uma segunda e última avaliação do estudo, no final deste mês.