Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Automóvel: Trabalhadores da Renault CACIA rejeitam redução do valor do trabalho extraordinário

Lusa

  • 333

Aveiro, 06 set (Lusa) - Os trabalhadores da Renault CACIA, em Aveiro, aprovaram uma moção a rejeitar a pretensão da administração da empresa de reduzir o valor pago do trabalho extraordinário, no âmbito do novo Código do Trabalho, anunciou hoje fonte sindical.

"A moção foi aprovada durante três plenários de trabalhadores que se realizaram na passada quarta-feira", disse à Lusa Adelino Nunes, dirigente do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente (SITE) do Centro-Norte.

No documento, os trabalhadores exigem que a administração "reconsidere a sua posição" e reafirmam a sua "total disponibilidade" para fazer greve ao trabalho extraordinário até que sejam repostos os valores do trabalho extraordinário praticados até 01 de agosto.