Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Autárquicas: Ministro adjunto defende reflexão sobre cobertura mediática após as eleições

Lusa

  • 333

Lisboa, 11 set (Lusa) - O ministro adjunto lamentou hoje a diminuição da cobertura jornalística das eleições autárquicas, "decorrente seja da legislação seja da sua interpretação", e defendeu que, depois desse ato eleitoral, deve haver um debate sobre esta matéria.

"Eu não vou comentar, particularmente neste contexto pré-eleitoral, a decisão da CNE. Lamento, obviamente, como penso que todos os atores políticos e todos os portugueses e todos lamentarão, o facto de a consequência da situação atual, decorrente, seja da legislação, seja da interpretação que é feita dessa legislação, ser uma diminuição, no fundo, do espaço do debate público numa matéria tão importante como é a cobertura de eleições", afirmou Miguel Poiares Maduro.

"Seguramente, isso deverá levar-nos a todos a refletir sobre a melhor forma de regularmos essa questão para garantirmos que a democracia se apoia, como deve ser apoiada, em termos de atos eleitorais, num debate o mais alargado possível, e isso exige uma cobertura mediática ampla", acrescentou.