Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Autárquicas: Direita, PCP e Bloco uniram-se contra o PS nestas eleições - Seguro

Lusa

  • 333

Gaia, 27 set (Lusa) - O secretário-geral do PS recusa-se a colocar uma fasquia percentual em votos para uma vitória do PS no domingo, sustentando que enfrenta nestas eleições mais coligações PSD/CDS, assim como o resto da esquerda unida contra os socialistas.

Estas posições foram assumidas por António José Seguro à agência Lusa, durante uma viagem de carro até ao Porto, depois de ter participado em duas arruadas em Gaia (Avintes e Avenida da República) de apoio ao candidato socialista Eduardo Vítor Rodrigues.

Interrogado se espera atingir no domingo a fasquia dos 38 por cento de votos registada pelo PS em 2009, o líder socialista respondeu: "Não ponho qualquer fasquia em termos percentuais, o resultado é o PS ganhar em número de votos - e essa é a vitória que está ao nosso alcance".