Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Autárquicas: Comunicado de João Cordeiro (Cascais) dá contraordenação contra PS e jornais

Lusa

  • 333

Lisboa, 01 ago (Lusa) - A Comissão Nacional de Eleições (CNE) instaurou um processo de contraordenação contra o Partido Socialista e três jornais, que publicaram um comunicado do candidato socialista a Cascais, João Cordeiro, por indícios de violação da lei eleitoral.

A decisão da CNE, a que a agência Lusa teve acesso, surge na sequência de uma queixa do diretor de campanha da coligação Viva Cascais (PSD/CDS-PP), Nuno Piteira Lopes, por causa de um "comunicado do candidato João Cordeiro aos fornecedores de bens e serviços à Câmara Municipal de Cascais", que disse tratar-se de uma "forma de publicidade eleitoral que subverte as disposições legais existentes".

Neste comunicado, publicado a 04 de julho nos jornais Correio da Manhã, Público e Diário de Notícias, João Cordeiro acusava a Câmara de Cascais e as suas empresas municipais de "assumirem dívidas violando flagrantemente, de forma reiterada, a legislação sobre compromissos de despesa pública".