Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Autárquicas: CNE diz que quem tem de alterar a lei é a AR

Lusa

  • 333

Lisboa, 10 set (Lusa) -- O presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE) lamentou hoje eventuais "falhas de cobertura" da campanha das eleições autárquicas por parte das televisões generalistas, mas salientou que compete à Assembleia da República alterar a lei.

Os diretores das três televisões de sinal aberto afirmaram hoje discordar dos termos exigidos pela CNE para o tratamento jornalístico da campanha autárquica, admitindo avançar com uma cobertura "limitada" à agenda dos candidatos autárquicos.

Em declarações à agência Lusa, Fernando Costa Santos disse lamentar essa "falha da cobertura", mas reafirmou a postura da CNE, tomada "há muito tempo" e corroborada pelo Tribunal Constitucional e pelo Supremo Tribunal de Justiça.