Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Autarcas de freguesia reunidos em Santarém alertam para aumento das "tensões sociais"

Lusa

  • 333

Santarém, 14 dez (Lusa) -- O movimento "No Ribatejo Freguesias Sim" advertiu hoje para o aumento das "tensões sociais locais" caso a lei que impõe a extinção de 1.665 freguesias seja aplicada, avisando que "o próximo ato eleitoral não vai correr bem".

No final de uma reunião realizada na quinta-feira à noite em Santarém, Augusto Figueiredo, porta-voz das freguesias do distrito de Santarém que contestam a reorganização administrativa, aprovada há uma semana no parlamento, disse à Lusa que, pelo que ouviu dos autarcas, o próximo ato eleitoral, as autárquicas de 2013, "pode estar em risco".

Reafirmando que o mapa aprovado pela maioria governamental foi "imposto sem ouvir ninguém", não sendo aceite nem por autarcas nem pelas populações, o também presidente da junta de freguesia da Asseiceira (Rio Maior) afirmou que esta "indignação" cresce ainda mais quando os autarcas se deparam com "erros técnicos".