Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Autarca PSD de Paredes critica "centralismo" sem sensibilidade para necessidades básicas

Lusa

  • 333

Redação, 26 fev (Lusa) - A apresentação do "maior investimento do norte do país em infraestruturas de saneamento básico" ficou hoje marcada por críticas do autarca social-democrata de Paredes ao "centralismo de Lisboa", por "não ter sensibilidade para as necessidades básicas".

"Não faz sentido que, num país que tem autoestradas para tudo quanto é lugarejo e onde se discute TGV e aeroportos com três ou quatro pistas, haja ainda territórios sem saneamento básico", afirmou Celso Ferreira.

Em declarações à agência Lusa, no final da apresentação do investimento de 17 milhões de euros em infraestruturas de saneamento nos concelhos de Paredes e Penafiel, o autarca criticou o "demasiado tempo" que Lisboa demora a decidir, frisando que o processo foi iniciado em 1997.