Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Autarca de Vila de Rei vai ser julgada por suspeita de ilegalidades em processos de obras

Lusa

  • 333

Sertã, 25 out (Lusa) - O Tribunal da Sertã decidiu hoje levar a julgamento a presidente da Câmara de Vila de Rei, Irene Barata, assim como um vereador e outros três arguidos, por suspeita de ilegalidades em processos de obras que remontam a 2003.

O juiz Telmo Alves, responsável pela instrução do processo, anunciou hoje "haver indícios suficientes" para o processo avançar para julgamento, tal como proposto pela acusação, referiu na sessão de leitura da decisão instrutória.

No entanto, não deu provimento à pretensão do Ministério Público que pedia também a suspensão de funções dos autarcas. De acordo com o juiz, tal medida já foi considerada "inconstitucional" noutros processos.