Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Aústralia vai pedir perdão às vítimas de adoções forçadas

Lusa

  • 333

Sydney, Austrália, 19 dez (Lusa) -- O governo australiano vai pedir, formalmente, desculpas a 21 de março do próximo ano às vítimas de adoções forçadas entre as décadas de 1950 e 1970, revelou a imprensa local.

A chefe do governo, Julia Gillard, pedirá desculpas pelos prejuízos e dor causados por aquelas práticas em que mães solteiras eram pressionadas a entregar os seus filhos para adoção, numa cerimónia aberta ao público que terá lugar no Parlamento em Camberra.

O gesto governamental surge depois de uma investigação do Senado australiano revelar que 250.000 bebés foram arrancados dos braços das mães, a maioria jovens solteiras, para serem entregues para adoção por outras famílias, recordou a emissora ABC.