Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Austeridade: "Recusar estas medidas é enfrentar este Governo para correr com ele", Francisco Louçã

Lusa

  • 333

Moita, 11 set (Lusa) - O coordenador do Bloco de Esquerda, Francisco Louçã, afirmou na noite de segunda-feira que o país não pode ter meias palavras e é preciso "correr com este Governo", pois se nada for feito "será ainda pior" no futuro.

"Não aceitamos a cobardia de adiar para depois de amanhã o que Portugal tem que dizer agora. Recusar estas medidas [de austeridade] significa enfrentar este Governo para correr com ele", disse Francisco Louçã, durante uma visita às festas da Moita

Segundo o coordenador da Comissão Política do BE, "o compromisso de um Governo de esquerda tem que ser, ao rejeitar o memorando da 'troika' [Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional], ter como primeira medida recuperar os salários e as pensões, pois a economia é o que faz a vida das pessoas".