Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Austeridade: PSD acusa PS de desistir de compromissos e pede alternativas

Lusa

  • 333

Porto, 09 set (Lusa) -- O líder do grupo parlamentar do PSD, Luís Montenegro, disse hoje que o PS desistiu de assumir os seus compromissos para com o país e desafiou o secretário-geral socialista a apresentar alternativas.

Luís Montenegro afirmou que o Partido Socialista (PS) "parece ter anunciado hoje ao país que desistiu de assumir os seus compromissos e as suas responsabilidades quer para com o passado quer para com o futuro do país", em resposta às declarações do secretário-geral socialista, António José Seguro, que disse não poder "pactuar" ou ser "cúmplice" da austeridade imposta pelo Governo.

"António José Seguro pode não querer ser cúmplice deste Governo, mas é seguramente cúmplice e coautor das opções dos Governos anteriores e não devia esquecer-se disso", afirmou o líder parlamentar do Partido Social Democrata (PSD) em conferência de imprensa, deixando um desafio a Seguro: qual a medida que preconiza para "poder ultrapassar o veto do Tribunal Constitucional, para poder manter as metas orçamentais e ter um efeito positivo na economia e na criação de emprego".