Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Austeridade: Militares consideram que medidas vão "para além do desrespeito"

Lusa

  • 333

Lisboa, 03 mai (Lusa) -- As associações de militares criticam as medidas de consolidação orçamental hoje anunciadas pelo primeiro-ministro, Passos Coelho, considerando que vão "para além do desrespeito" e falam em "humilhação" dos profissionais das forças armadas.

"As medidas merecem a nossa repulsa e evidentemente que não são do agrado de ninguém. Isto só veio comprovar uma postura de desrespeito para com a dignidade que já atinge um limite tal que nos permite dizer que já é humilhação dos militares", afirmou o presidente da Associação de Oficiais das Forças Armadas, Manuel Cracel.

Em declarações à Lusa, Manuel Cracel apontou o aumento da idade de reserva para os 58 anos como um exemplo de "ignorância de uma realidade como a militar", que "vai fazer com que as forças armadas sejam constituídas por um conjunto de militares idosos, serão umas forças armadas de anciãos".