Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Austeridade: Medidas "não justificam esperança dos portugueses" - Almeida Santos

Lusa

  • 333

Lisboa, 27 set (Lusa) - O histórico dirigente socialista Almeida Santos afirmou hoje que as medidas de austeridade tomadas pelo Governo "não justificam a esperança dos portugueses", considerando que "provavelmente" a economia portuguesa vai estar em crise "por muito tempo".

"Parte das medidas que têm sido tomadas não justificam nem a esperança dos portugueses, nem a esperança de que a crise possa ser vencida no curto prazo. Provavelmente vamos ter crise por muito tempo", afirmou em Lisboa o presidente honorário do Partido Socialista (PS), à margem da apresentação do livro "Mulheres Livres", de Maria de Belém Roseira, a presidente do partido.

Almeida Santos considerou que "este Governo tem revelado uma falta de experiência política muito grande", frisando: "A maior parte destes ministros nunca tinham sido ministros e a gente aprende alguma coisa de governação quando sai do primeiro Governo, quando entra não com certeza".