Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Austeridade: Manuela Arcanjo diz-se "muito indignada" e acusa Governo de ter "falso objetivo"

Lusa

  • 333

Lisboa, 08 set (Lusa) - A antiga governante socialista Manuela Arcanjo é muito crítica quanto às medidas de austeridade anunciadas na sexta-feira pelo primeiro-ministro, revelando estar "muito indignada" e "em choque" e acusando o Governo de usar um "falso objetivo" para justificá-las.

"Como economista, estou muito indignada com as medidas anunciadas ontem [sexta-feira] pelo primeiro-ministro", revelou hoje à agência Lusa Manuela Arcanjo, antiga secretária de Estado do Orçamento e ministra da Saúde.

A responsável sublinhou que estas medidas geraram "uma reação de choque em vários quadrantes, incluindo no PSD", e assegurou que também ficou chocada com os anúncios feitos pelo líder do Executivo, Pedro Passos Coelho.