Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Austeridade: Governo quer rescindir com 30 mil funcionários públicos

Lusa

  • 333

Lisboa, 03 mai (Lusa) - O Governo quer rescindir com 30 mil funcionários públicos e vai propor que isto seja feito através de rescisões por mútuo acordo, anunciou hoje o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho.

Numa declaração ao país, o primeiro-ministro defendeu que esta medida se justifica pela necessidade de redimensionar o tamanho do Estado e para cumprir as metas de consolidação orçamental para os próximos anos.

"O plano de rescisões por mútuo acordo, ajustado às necessidades técnicas da Administração Pública. O que por sua vez conduzirá a uma diminuição do número de efetivos. Este plano - que recordo será de mútuo acordo - deverá ser acompanhado por um novo processo de reorganização dos serviços implicando uma redução natural das estruturas e dos consumos intermédios. Combinando o novo sistema de requalificação da Administração Pública, com o plano de rescisões, estimamos abranger cerca de 30 mil efetivos", afirmou o primeiro-ministro.