Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Austeridade: Forma de implementar TSU não era a mais feliz - presidente do BCP

Lusa

  • 333

Lisboa, 02 out (Lusa) - O presidente do BCP, Nuno Amado, afirmou hoje que a forma de concretizar as alterações à Taxa Social Única (TSU) não era a mais feliz.

"Não creio que a forma como se implementa a TSU fosse a mais feliz", disse o presidente do BCP, à margem da "Grande Conferência 'Lançar, Fazer, Investir'" do Dinheiro Vivo/Millennium BCP.

Nuno Amado considerou, contudo, que uma desvalorização fiscal pode fazer sentido de um ponto de vista técnico para setores mais concorrenciais e expostos às importações e exportações, apesar de frisar não ser "suficientemente especialista" na matéria para fazer comentários sobre ela.