Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Austeridade: CAP teme que medidas levem a fecho de empresas e agravem desemprego

Lusa

  • 333

Lisboa, 08 set (Lusa) - O presidente da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) disse hoje temer que as novas medidas de austeridade anunciadas na sexta-feira provoquem uma desaceleração do mercado interno português e tragam consigo o fecho de empresas e mais desemprego.

"Preocupa-me mais austeridade para os portugueses e preocupa-me sobretudo que essa austeridade venha desacelerar o mercado interno, provocando mais fecho de empresas e mais desemprego", considerou João Machado em declarações à agência Lusa.

O responsável remeteu mais esclarecimentos, contudo, para a próxima semana, depois de uma reunião que a CAP terá com o ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira.