Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Aumento das alforrecas causa diminuição de peixes no Mediterrâneo e Mar Negro - FAO

Lusa

  • 333

Roma, 30 mai (Lusa) -- O aumento acentuado das populações de alforrecas, devido à sobrepesca, pode ser uma das razões para a redução das populações de peixes observada nos mares Mediterrâneo e Negro, segundo um relatório da FAO hoje divulgado.

De acordo com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, a sobrepesca, que elimina os principais predadores das alforrecas, é um dos fatores responsáveis pela proliferação destes animais, ou pelo aumento repentino do seu número.

Pode seguir-se um "ciclo vicioso", no qual um grande número de alforrecas se alimenta de larvas de peixe e de juvenis, "reduzindo ainda mais a resiliência das populações de peixe, já afetadas pela sobrepesca", segundo o relatório da Comissão Geral das Pescas do Mediterrâneo da FAO.