Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Aumenta para 40 número de mortos no Bangladesh após condenação à morte de islamita

Lusa

  • 333

Nova Deli, 01 mar (Lusa) -- Quarenta pessoas morreram desde quinta-feira nos distúrbios registados no Bangladesh, pela sentença de morte ditada contra o vice-presidente do Jamaat-e-Islami, o maior partido islamita do país, informou hoje a agência estatal UNB.

A última vítima mortal faleceu na manhã de hoje quando membros do Jamaat-e-Islami atacaram um seguidor do partido governante da Liga Awami na localidade nortenha de Sundarganj.

Os distúrbios começaram depois que um tribunal de Dacca condenou à morte o líder do partido JeI Delawar Hossain Sayedi pela sua implicação em crimes contra a humanidade na guerra que em 1971 desencadeou a independência do atual Bangladesh do Paquistão.