Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Atribuição de prémio de jornalismo a Hugo Chávez gera polémica na Venezuela

Lusa

  • 333

Caracas, 07 jun (Lusa) - A atribuição do Prémio Nacional de Jornalismo ao falecido presidente venezuelano Hugo Chávez está a gerar polémica, com o grémio de jornalistas da Venezuela a questionar a distinção feita a alguém que não foi profissional da comunicação social.

O prémio será entregue aos familiares de Hugo Chávez a 27 de junho, Dia Nacional do Jornalista na Venezuela, e foi concedido ao falecido chefe de Estado, segundo a Fundação Prémio Nacional de Jornalismo, pelo "seu papel contra a mentira e a manipulação mediática" e pelo "impulso que deu aos meios públicos e populares do país, durante a sua gestão de governo".

Entre as vozes discordantes está a do Colégio Nacional de Jornalistas (CNP), que é responsável pela atribuição da carteira profissional na Venezuela, que emitiu um comunicado, condenando a atribuição do prémio por "contradizer de maneira explícita os preceitos contidos na Lei de Exercício do Jornalismo", que estabelece que os reconhecimentos devem ser outorgados a profissionais da comunicação social inscritos naquele organismo.