Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ativistas pedem a Barack Obama que aborde conflitos étnicos na Birmânia

Lusa

  • 333

Banguecoque, 13 nov (Lusa) - Ativistas da organização não governamental (ONG) Burma Partnership pediram hoje ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que aborde os conflitos étnicos dos rohingya e kachin durante a sua visita à Birmânia, na próxima semana.

Em comunicado, a ONG indicou que a visita de Obama "mostra o progresso realizado na Birmânia, mas também é perigosa a concessão de legitimidade a um Governo apoiado pelos militares que continuam cometendo graves violações de direitos humanos".

A Burma Partnership referiu a violência entre a comunidade budista e os muçulmanos da etnia rohingya no estado Rakhine, no sudoeste, que causou cerca de duas centenas de mortos durante os confrontos de junho e outubro passados.