Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ativistas desafiam Qatar a alterar política laboral para evitar escravidão

Lusa

  • 333

Londres, 26 set (Lusa) - Ativistas dos direitos humanos desafiaram o Qatar a alterar a sua política relativa aos trabalhadores emigrantes que estão a construir as infraestruturas para o Campeonato do Mundo de futebol de 2022.

Os protestos surgiram na seuquência de uma investigação do jornal britânico "The Guardian" subordinada ao tema "Escravatura dos Tempos Modernos".

A reportagem refere que dúzias de trabalhadores nepaleses morreram quando estavam a trabalhar no Qatar, há poucas semanas, na preparação do Mundial de 2022.