Visão

Siga-nos nas redes

Perfil

Ativista paquistanesa e médica alemã recebem este ano Prémio Norte-Sul

Lusa

  • 333

Lisboa, 28 fev (Lusa) -- A ativista paquistanesa Asma Jilani Jahangir e a médica alemã Monika Hauser foram os nomes escolhidos para receber este ano o Prémio Norte-Sul do Conselho da Europa, galardão que será entregue em Lisboa em maio.

O prémio pretende destacar personalidades que se tenham distinguido na defesa dos direitos humanos e da democracia. A distinção é atribuída no contexto do Centro Norte-Sul, uma estrutura internacional criada em Lisboa, em 1989, pelo Conselho da Europa.

"Desta vez foi decidido atribuir o galardão a duas ativistas no campo dos direitos fundamentais, nomeadamente ao nível da proteção das minorias religiosas e da defesa das mulheres", afirmou à Lusa o diplomata e atual diretor do Centro Norte-Sul, Francisco Seixas da Costa.